Aqui você fica por dentro das novidades do Boteco São Bento

Saiu no Jornal da Tarde.


JT - Variedades

JT - Variedades

 

 

Bares e baladas quebram a mesmice da segunda-feira

publicado no JT: 12 de dezembro de 2010 | 23h04 – Destaque no Caderno de Variedades no Jornal da Tarde.

Confira o contexto abaixo por: Tatiana Piva (jornalista)

São Paulo tem a fama de ser a cidade que nunca dorme. E faz jus a essa referência até mesmo às segundas-feiras. Para espantar a preguiça que domina o primeiro dia útil da semana – ou mesmo para ganhar fôlego para a longa jornada que começa –, não faltam opções de baladas e outras atrações.

Que o diga a médica mineira Bianca Candeloro, 30 anos, que mora em São Paulo há dois anos. Como ela costuma fazer plantão aos finais de semana, tornou-se uma frequentadora assumida dos agitos em plena segunda-feira. “Não tenho dia e hora certa para trabalhar, nem para me divertir. É assim comigo e com muitos que moram na cidade”, diz Bianca.

O publicitário Jorge Alonso, filho de pai espanhol e mãe brasileira, é figura conhecida nas noites de ritmos latinos do Azucar há oito anos. Ele faz questão de dizer que é muito bom chegar a um lugar com os amigos, e ter certeza de que será bem atendido e encontrará diversão garantida. “Costumo dizer que em vez de fazer terapia e academia, vou ao Azucar e faço as duas coisas ao mesmo tempo”, brinca.

Casa lotada

É por causa desse público ávido por agitos no começo da semana que o Bar Brahma – que funciona na esquina da Ipiranga com a Avenida São João – promove, há quatro anos, o show do cantor Cauby Peixoto. E tem sempre casa lotada. Vanessa Torres, diretora artística do bar, explica que a ideia era mesmo fazer desse dia um dos mais cheios do estabelecimento. Os números provam que a estratégia tem dado certo. Aos finais de semana, a casa recebe cerca de 800 pessoas. Atualmente, às segundas, já alcança metade desse total. “Recebemos mais famílias e casais”, diz Vanessa.

No Piratininga Bar, a música ao vivo já é uma tradição de 19 anos. E a segunda-feira é reservada à MPB. Segundo a proprietária Vera Marta Costa, os artistas tocam clássicos de nomes como Vinicius de Moraes, Chico Buarque, Caetano Veloso e João Bosco, para um público na faixa etária dos 40 aos 50 anos. Mais um exemplo de que na noite de São Paulo tem espaço para todo mundo. De todos os estilos. Confira a seleção feita pelo JT para agitar sua segunda-feira. E saia da rotina!

Como sugestão foi recomendado a unidade: Boteco São Bento – Vila Madalena entre diversos locais.

BOTECO SÃO BENTO

Boteco São Bento - Vila Madalena

Boteco São Bento - Vila Madalena

 

A casa tem atividades interativas, como o encontro que promoveu com os irmãos Chico e Paulo Caruso. Acaba de abrir a exposição ‘Casa da Mãe Marina e da Vó Joana’. Rua Mourato Coelho, 1.060,Vila Madalena. 3817- 5296. Funciona: das 12h até o último cliente. Entrada: gratuita

Fonteshttp://blogs.estadao.com.br/jt-variedades/bares-e-baladas-quebram-a-mesmice-da-segunda-feira/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s